Segurança: Inmetro da 6 dicas para escolher o brinquedo certo do Dia das Crianças

Presentear alguém é, indiscutivelmente, um grande prazer e quando o assunto são as crianças essa sensação se torna mais prazerosa ainda. Mas na hora de ir às compras, não se empolgue, é preciso ficar atento a vários fatores na hora de escolher os objetos para garantir a segurança das crianças e não fazer com que a diversão se torne um pesadelo. Confira estas 6 dicas do Inmetro e não erre na hora de adquirir um brinquedo.

1 - Quais os detalhes que os pais e responsáveis precisam ficar atentos no momento da compra dos brinquedos para as crianças?

Nós alertamos aos pais e aos responsáveis que façam a escolha adequada do brinquedo de acordo com a faixa etária da criança.

Observar a presença do Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro.

Além do CNPJ e do endereço do fabricante. Estas informações demonstram a responsabilidade do fabricante ou importador.

Não comprar brinquedos (ou qualquer artigo infantil) no comércio informal, pois não há garantia de procedência. Estes produtos podem não atender aos requisitos de segurança. Ressaltamos que a fiscalização do comércio informal é de competência da Polícia Federal, não do Inmetro.

2 - Qual a orientação dada aos pais e responsáveis sobre os cuidados com relação ao uso do brinquedo?

Orientamos que o adulto supervisione a criança durante o uso do brinquedo. O acidente pode ocorrer devido ao uso incorreto do brinquedo, uma vez que as instruções de uso não foram observadas. É muito importante ensinar a criança como usar o brinquedo de acordo com as instruções da embalagem.

Além disso, recomendamos que o responsável pela criança retire a embalagem do brinquedo antes de entregá-lo para a criança, a fim de prevenir acidentes com grampos e similares, até mesmo risco de sufocamento.

3 - O que significa o selo do Inmetro?

O selo do Inmetro no produto é a evidência formal de que este brinquedo foi testado e analisado em laboratório acreditado (capacidade técnica reconhecida) pelo Inmetro e, por isso, cumpre a requisitos mínimos de segurança estabelecidos em normas técnicas.

Não somente o brinquedo nacional, mas também o importado, devem se submeter à certificação por um Organismo Acreditado.

O selo deve estar sempre visível, impresso na embalagem, gravado ou numa etiqueta afixada no produto, deve conter a marca do Inmetro e o logotipo do organismo acreditado pelo Inmetro que o certificou.

4 - Quais os riscos de alguns brinquedos?

Alguns brinquedos podem apresentar partes cortantes, a tinta pode vir a se soltar facilmente, peças pequenas podem se desprender, pode ter sido fabricado com material tóxico.

5 - De que forma o consumidor pode procurar o Inmetro em caso de denúncias ou informações?

Pelo telefone 0800 285 1818 ou formulário no www.inmetro.gov.br/ouvidoria.

6 - E em caso de acidentes de consumo, como proceder?

O consumidor deve, primeiramente, acionar o fabricante ou importador do brinquedo, e, caso este não resolva o problema, procurar os órgãos de defesa do consumidor, a saber: Procon municipal, estadual e, dependendo até mesmo a Delegacia do Consumidor.